Como fazer a higiene intima feminina corretamente

Como fazer a higiene intima feminina corretamente

Entre todos os cuidados que a mulher deve ter com o corpo diariamente, a higiene íntima é um dos mais importantes para preservar a saúde e evitar doenças. A limpeza adequada das partes genitais evita odores, proliferação de fungos e infecções.
A vagina possui um pH (nível de acidez) que a protege naturalmente e impede que micro-organismos se multipliquem, mas só isso não é suficiente. É preciso que a higiene adequada seja feita diariamente para que a proliferação indevida de fungos e bactérias não cause coceiras, corrimentos e irritações.

Cuidados no dia-a-dia

O correto é que a higiene íntima seja feita três vezes por dia com sabonete, água e usando apenas os dedos. Não é recomendado que sejam usadas buchas ou esponjas, pois esses objetos podem causar machucados. Para lavar a vulva o ideal é que se faça movimentos circulares suaves. Para limpar o restante da região deve-se usar os dedos na horizontal sempre direcionando o movimento da vagina para o anus, de forma que não exista contato entre os resíduos retais com os genitais. Outro ponto importante é que a limpeza não precisa ser interna e deve ser feita apenas na parte exterior da vagina. A lavagem interna pode comprometer o pH natural, eliminando a proteção local e facilitando o crescimento de fungos e bactérias na região.

Para a limpeza adequada é fundamental escolher sabonetes líquidos, próprios para a higiene íntima, que possuam pH entre 5 e 6, o que manterá a acidez local equilibrada e evitará o aparecimento de corrimentos e irritações. Quem tem um dia corrido e não pode fazer a lavagem, pode optar pelos lenços umedecidos sem perfume, que retiram sujeiras orgânicas e restos de papel.

A linha de Sabonetes NEW BODY MULHER da New Connect oferece sabonetes líquidos para a higiene íntima e possui uma fórmula balanceada ideal para fazer a limpeza da região.
No período menstrual, uma dica é trocar o absorvente de acordo com o fluxo, não permanecendo com ele muito tempo. Para os fluxos intensos, o recomendado é que se troque o absorvente de hora em hora.


Veja também